16 julho 2007

Primórdios do aquecimento global

Felipe A. P. L. Costa

A queima de hidrocarbonetos – principalmente combustíveis fósseis (carvão mineral, petróleo, gás natural) – é ainda hoje a mais importante fonte de energia a movimentar os negócios em escala planetária. Esse processo resulta na emissão de subprodutos indesejáveis, notadamente o dióxido de carbono, ou gás carbônico. A emissão de dióxido de carbono de origem antropogênica (resultante das atividades humanas) aumentou muito a partir de meados do século 18, com a Revolução Industrial. De lá para cá, a proliferação de máquinas e motores à explosão transformou a queima de combustíveis fósseis em uma quase-necessidade – e, claro, em um negócio bastante lucrativo.


Estima-se hoje que aproximadamente 7,7 gigatoneladas (uma gigatonelada, Gt, equivale a um bilhão de toneladas) de dióxido de carbono antropogênico sejam lançadas a cada ano na atmosfera. Desse total, 5,7 Gt derivam da queima de combustíveis fósseis; as 2 Gt restantes provêm do desflorestamento, principalmente em países tropicais, como o Brasil. Para onde vai toda essa fumaça?


Moléculas de dióxido de carbono atmosférico estão constantemente fluindo para a biosfera, os solos e os oceanos. A biota de terra firme, por exemplo, absorve anualmente cerca de 102 Gt de carbono da atmosfera na forma de CO2, devolvendo 50 Gt via respiração e outras 50 Gt via decomposição. Trocas semelhantes ocorrem entre os oceanos e a atmosfera, com um saldo líquido em favor dos oceanos. Se parássemos por aqui, a contabilidade global estaria mais ou menos equilibrada, pois a absorção líquida de carbono por parte da biosfera e dos oceanos é compensada ao longo do tempo pela entrada na atmosfera do dióxido de carbono oriundo da atividade vulcânica.


O problema é que ao longo dos últimos 250 anos a emissão de quantidades crescentes de dióxido de carbono antropogênico passou a desequilibrar os fluxos naturais. Até meados do século 20, no entanto, poucos cientistas levavam a sério a hipótese de que atividades humanas pudessem de fato provocar mudanças na composição química da atmosfera e que estas, por sua vez, seriam capazes de alterar de modo significativo o clima da Terra.

[...]


Efeito estufa e aquecimento global são termos relacionados, mas não são sinônimos nem deveriam ser confundidos entre si. Efeito estufa é um fenômeno natural, observado em todos os planetas do sistema solar cuja superfície é coberta por uma camada permanente de gases (atmosfera). A composição química da atmosfera, notadamente a concentração de CO2, tem papel decisivo na intensidade do efeito estufa, sendo, contudo, variável de um planeta para outro. O dióxido de carbono é um gás transparente à luz do Sol, mas é capaz de reter o calor (radiação infravermelha) liberado pela superfície terrestre. Assim, quanto maior o teor de CO2, mais intenso deverá ser o efeito estufa exercido pela atmosfera terrestre, o que significa que a temperatura da superfície do planeta será mais elevada. Como a presença de CO2 acentua o efeito estufa, dizemos que ele é um gás-estufa.

[...]


O aquecimento global é a intensificação do efeito estufa, e sua origem estaria relacionada com as emissões de gases-estufa promovidas por atividades humanas ao longo dos últimos 250 anos. Ao contrário do que se imaginava 50 anos atrás, sabemos agora que as emissões antropogênicas podem alterar – de fato, já estão alterando – a composição química da atmosfera. Com isso, mudaremos também seu comportamento, como a capacidade de reter ou refletir radiação. Em resumo, podemos dizer que o processo de aquecimento global é resultado de uma intensificação de origem antropogênica de um mecanismo natural chamado efeito estufa.

[...]


Fonte: Costa, F. A. P. L. 2007. Primórdios do aquecimento global. Ciência Hoje 238: 76-78.

1 Comentários:

Blogger julianafbseno disse...

é possivel dizer que as guerras armadas tiveram algum "dedinho" no caso do aquecimento??
pois eu acho que as bombas e a produção e a consequencia das guerras sausaram aquecimento sim foram elas com a ajuda da revolução industrial quando descobriram que o vapor e tudo mais poderia fazer movimentos e maquinas...
acho que o aquecimento esta relacionado com os homens, se não fossem eles criando coisa ao nosso favor coisas que "facilitam" não teriamos este problema agora... esta poluição vem des dos homens da caverna que descobriram o fogo so aquela fumaça ja prejudicava, agora cada dia que vem so piora e eu acho que as pessoas não se consientizam sobre este assunto e acham que so os filhos e netos que vão sofrer e eles não vão estar aqui não tem problema, mas eu acho que devemos pensar que não estaremos, mas e os filhos se nós estamos sofrendo assim imagine eles... isto pode acabar com tudo, não tem como podermos viver com uma civilização totalmente alienada que so pensa em si mesmo! acho que o artigo do aquecimento é interessante, então apruveitei e falei um pouco dop que eu acho em relação a isto!
obrigada pela oportunidade !!^^

9/8/07 13:03  

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker