21 julho 2014

Primavera e outono

Gerard Manley Hopkins

Margaret, por que choras?
Por Goldengrove, que perde suas folhas?
Como se humanas fossem, em teu pensar
Tão puro, por folhas pões-te a chorar?
Ah! o coração envelhece e acontece
Que por coisas assim perde o interesse;
Já não lhe inspira mais tristeza alguma
Se os bosques perdem folhas, uma a uma;
Mas vais chorar e o porquê vais saber.
Só que isto, filha, nem vale dizer;
São sempre as mesmas as fontes do pranto.
Boca ou mente não expressam quanto
A alma adivinha, o coração pressente:
O mal de origem com que o homem nasce,
Eis, Margaret, o que te entristece.

Fonte: Hopkins, G. M. 1989. Poemas. SP, Companhia das Letras. Poema – com a dedicatória “A uma menina” – publicado em livro em 1918.

0 Comentários:

Postar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker